Boa Notícia

Brasileiro doa sangue raro para bebê da Colômbia

Juntos somos mais fortes!

Elisa Marconi

Elisa Marconi ,mãe de Luiza e Daniel

shutterstock_654523528

(Foto: ShutterStock)

Ela tem 1 ano e três meses e um tipo raro de sangue, diferente dos tradicionais A+, ou O-. Esse fenótipo se chama Bombaim e é conhecido como falso O. O problema é que a bebê precisou de uma transfusão e lá na Colômbia, onde vive com a família, não havia nenhum doador compatível com esse sangue especial.

Receber outro tipo sanguíneo poderia colocar a vida da menina em risco, mas ficar sem a transfusão também era perigoso. Foi assim que as autoridades colombianas lançaram um apelo aos países vizinhos. E encontraram, aqui no Brasil, 11 possíveis doadores. O candidato ideal foi um rapaz de 23 anos, que vive no Ceará, e topou na hora colaborar.

Tiraram o sangue Bombaim dele, entregaram para a enfermeira Natalicia Silva – o nome não podia ser mais apropriado, certo? – do Hemocentro do Ceará e ela foi coladinha na caixa térmica até Bogotá. “Eu precisava garantir que o sangue permanecesse na temperatura certa durante todo o trajeto de mais de 20 horas”, explicou.

Anúncio

FECHAR

De Bogotá, o sangue bom ainda tinha de voar até Medelin, onde a bebê estava esperando. “Assim que cheguei ao aeroporto, a coordenadora da operação da Colômbia, Izabel Forero, já estava me esperando na porta de desembarque acenando vigorosamente. Pra mim foi uma emoção tremenda participar desse momento tão importante”, disse Natalícia ao jornal Folha de São Paulo.

A garotinha recebeu finalmente 80ml do sangue e o restante – uma preciosidade – está guardado para alguma eventualidade. Até o momento, as autoridades colombianas não informaram o estado de saúde da menina. Mas a gente, que acredita que juntos é mais gostoso e melhor, fica aqui na torcida pela recuperação da menina de sangue nobre.

 

A equipe que colheu o sangue e o doador (Foto: Divulgação do Hemocentro do Ceará)

 

Leia também:

Lindos! Beyoncé celebra primeiro mês dos gêmeos com foto incrível

Aumente o som: no Dia do Rock, Rolling Stones para bebês

Respira, inspira, não pira! 7 jeitos de ajudar seu bebê com problemas estomacais

Pais&Filhos TV