Colunistas

Mães equilibristas e em forma

Nosso dilema é escolher entre usar o tempo livre para ficar com o filho ou sair para malhar na academia

Gosto muito de fazer esportes, todos. Desde minha época de escola, adorava jogar todas as modalidades. O tempo passou, mas sigo apaixonada por mexer o corpo. Faz-me muito bem, para o corpo e para a mente. Depois de uma corridinha, o dia fica mais alto astral, meu pique é outro. Sem falar no benefício para a saúde e, sendo honesta, também para ficarmos mais em forma para o verão que já está quase ai. 

Mas, com a chegada dos filhos e nessa vida maluca que levamos, muitas vezes o tempo é nosso maior inimigo para a prática de esportes. Nosso dilema é escolher entre usar o tempo livre para ficar com o filho ou sair para malhar na academia. Pelo que vejo, muitas mães fazem alguma escolha, seja ela qual for. Mas sempre fica aquele outro lado insatisfeito. Se ficamos com o filho, sentimos culpa pela vida sedentária, mesmo que cuidar deles seja um exercício e tanto. Se vamos à academia, o termômetro da culpa sobe e entre abdominais e pesos, nossos filhos não saem de nossa cabeça. 

Como então trabalhar fora, ficar com os filhos e malhar? Como ter tudo isso sem abrir mão de nada? Hoje, passeando por um parque da cidade, tive a resposta: malhar e ficar com o filho, ao mesmo tempo! A cena foi muito bonita, tão bacana que até pedi a elas para tirar uma foto para compartilhar com vocês. 

Anúncio

FECHAR

Também não resisti e fui perguntar a elas como era o “esquema”. Basicamente, elas se reúnem de duas a três vezes por semana, logo cedo (segundo elas, filhos acordam cedo mesmo!), e se reúnem no parque durante 45 minutos. Nos primeiros 15 minutos, andam, empurrando o carrinho, em ritmo acelerado. Depois, mais 15 minutos, fazendo exercícios ao lado dos carrinhos, usando e até pesinhos, que ficam guardados na bandeja dos carrinhos (cada uma leva o seu). Os 15 minutos finais, reservam para exercícios junto com os bebês. Adaptaram movimentos para que possam malhar e, ao mesmo tempo, entreter os filhos e aproveitar o momento juntos. 

Talvez algumas de vocês lendo isso possam achar essa ideia maluca. Mas eu achei genial. Lembro-me com muitas saudades do tempo em que saia pelas ruas perto de casa empurrando o carrinho dos meus filhos. Era uma mistura de alegria por estar com eles, satisfação por sair e respirar um ar fora de casa e o sentimento de dever cumprido com o corpo. 

Achei a ideia desse grupo de mães bem legal. E pela cara delas no parque e pelo jeitinho dos bebês, todos estavam curtindo muito o momento curtição e malhação, juntos. Pena que a cena ocorreu nos Estados Unidos. Conhecem um grupo assim, por aqui? Contem-me que quero conhecer. Se não existe, que tal criar uma versão brasileira? 

Pais&Filhos TV