Colunistas

4 formas de não surtar nesse fim de ano

A gente sabe: é evento, crianças de férias, organização do Natal, planejamento da viagem... Calma, tudo vai dar certo com as dicas da colunista Cecilia Russo

Pois é, já é quase Natal e para variar aposto que todos estão na maior correria. Nem imaginávamos que daria para correr ainda mais, já estávamos na carga máxima, ou pelo menos era o que achávamos. Engano! Estamos nessa época do ano mais apertadas de agenda, mais eventos, mais formaturas e festas da empresa, compra de presentes, planejamento de férias, revisão das contas para as inúmeras despesas que virão em janeiro. Sem falar no trânsito que seria impossível imaginar pior, mas nas grandes cidades a experiência de hoje até o Natal mostra que dá sim para piorar. Soma-se a isso, nossos trabalhos, a rotina dos filhos agora mais bagunçada pelo início das férias e a casa que segue no seu ritmo normal, mesmo em dezembro, supermercado, arrumação da casa e por aí vai.

Pouco adianta falar que deveria ter começado antes. Agora é tarde e resta-nos ver o que podemos fazer para ter um Natal equilibrista sem tanto equilibrismo.

Respire e se acalme!

Anúncio

FECHAR

Como diz a música de Bob Marley, “Everything is going to be alright”, ou seja, tudo dará certo!

Nesse corre-corre, já que não temos como alargar as horas nem atrasar a chegada do Papai Noel, fiquei pensando o que podemos fazer para não ficarmos de cabelo em pé e conseguir de verdade que as coisas corram como Bob Marley profecia. Sem pretender ensinar nada a vocês, compartilho aqui 4 ideias para gerenciarmos melhor nosso tempo, que é a única coisa que está sob nosso controle. Vamos lá:

 

1. Use a tecnologia a seu favor: para que ir a loja de brinquedos se você já sabe o brinquedo que seu filho quer? Compre pela internet! Dá para pesquisar, comparar e ainda vem embrulhado! Sim, nem todos os produtos dão segurança de comprar pela internet. Se é assim, faça o raciocínio ao contrário. Escolha produtos para presentear a família que sejam bons de se comprar online.

2. Divida responsabilidades: não queira carregar tudo em suas costas – peça ajuda! Se o Natal for em sua casa, converse com os convidados para alinhar quem vai trazer o que para a ceia ou o almoço. E pensem em coisas simples de preparar. Precisamos lembrar que essa data é uma boa oportunidade para estarmos com a família. Há muitas formas de termo uma comida gostosa sem precisarmos de horas na cozinha, ingredientes que exigem ir a vários lugares para achar etc.

3. Decoração na medida: uma das coisas que mais facilita é usar coisas que já tenhamos de anos anteriores, assim evita ter que comprar tudo de novo. E aqui também vale a regra da simplicidade, uma decoração bacana não significa ficar horas fazendo laços. Seja simples e objetiva. Aliás, uma excelente ideia é trazer os filhos juntos para essa atividade. Eles adoram confeccionar enfeites, desenhar painéis para a porta e criar objetos para enfeitar a mesa. Fica personalizado, simples, barato e um momento único para a família.

4. Listinha e não listona: muitas pessoas fazem listas de Natal. Aquele papelzinho (ou no smartphone) onde vão anotando tudo o que vão ter que fazer. Atenha-se à lista e não vá agregando novos itens todos os dias. Faça um bom planejamento e isso irá te ajudar muito.

5. É Natal! Acima de tudo devemos nos lembrar que esse é um momento do ano especial, principalmente para aqueles que celebram o significado verdadeiro do Natal. Com certeza estresse não combina com espírito natalino e precisamos dar um jeito de não trazer essas coisas juntas. Aproveitem a família, agradeçam o momento e curtam.

 

E lembrem-se, everything is going to be alright!

Pais&Filhos TV