Colunistas

Diferenças

Meninos e meninas nunca são iguais. E os dois são uma delícia!

shutterstock_275840693

Aqui em casa, os nossos filhos tem uma diferença de quase cinco anos.
Ouvimos de algumas pessoas que o bom mesmo é ter uma diferença menor entre os irmãos, assim eles teriam os mesmos interesses e os programas seriam mais fáceis. O ser humano está com pressa até em criar os filhos. Ainda bem que na nossa família não seguimos padrões.  A começar pelo casamento ecumênico (que congrega pessoas de diferentes ideologias ou credos).

Foi exatamente essa diferença de idade entre eles que nos permitiu aproveitar cada momento da primeira infância da Nina. Agora que ela está encantada com a alfabetização, descobertas de onde ficam os países no mapa, diferença de horário na China… o Tony está aprendendo a andar, se arrisca em dizer as primeiras palavras, faz brincadeiras e gracinhas pra chamar a atenção e fala Mamã o dia inteiro.

Anúncio

FECHAR

Nos tornamos espectadores de momentos incríveis dos dois filhos. Uma menina e um menino em momentos diferentes, unidos pelo amor.  Às vezes estou dirigindo, conversando com a Lu. Quando olhamos para as crianças em silêncio, estão dormindo de mãos dadas. A Nina faz questão de ajudar o irmão menor e temos que tomar cuidado.  Ela pega o Tony no colo como se fosse um saco de batata e transporta do quarto pra cozinha numa boa.  Ele vem sacudindo e dando risada.

Falando nessa diferença entre meninas e meninos, outro dia fui acompanhar o banho da Nina depois da natação e no chuveiro ao nosso lado estava uma mãe da escola da Nina comandando o banho do filho. A Nina já começou a tomar banho sozinha, mas ficamos do lado de fora do box dirigindo a situação.

– Vai filha, agora lave os pés, o rosto, o bumbum e etc…

Voltando ao banho depois da natação, mandei o seguinte comando:

– Agora passe o condicionador e deixe agir.

A mãe, que estava ao nosso lado, tinha acabado de falar pro filho:

– Passe o shampoo e vai logo cara.

Nos olhamos e rimos.  Ela ainda repetiu indignada:

–  Passe o condicionador e deixe agir) hahaha

O que eu quero dizer com esse papo é: Siga a sua intuição e procure ter filhos com uma pessoa que tenha os mesmos valores que você. Não existe certo e errado, o que existe, é um monte de gente dando palpite na vida alheia.

Só sei que ter filhos tem sido a maior aventura de todas. Somos observados o tempo todo e aprendemos na mesma proporção que ensinamos. Cada fase tem o seu encanto. E eu agradeço todos os dias por ter a consciência de aproveitar a convivência com os meus filhos profundamente.

 

Pais&Filhos TV