Colunistas

Pai-maravilha!

Ele é a tampa da minha panela, o meu porto seguro, o meu retiro espiritual. É o pai dos meus filhos que me enche de orgulho por fazer isso extremamente bem.

Eu sou muito grata ao marido que tenho em casa. Quer dizer, sou grata como esposa, mas quem dá gritinhos de alegria é o Gabi, pelo pai que meu marido é. Eu já tinha um texto pronto para a coluna dessa semana, quando lembrei que domingo é dia dos pais. Opa! Está em tempo de mudar tudo, de fugir do roteiro, de sair de cena e dedicar esse texto ao melhor pai do mundo: o pai de Gabriel e desse bebê que já tem 13 semanas de vida. 

Ele não entrou na blogagem coletiva dos pais, nem é daqueles de encher meu Facebook de declarações de amor. Não tem a doçura e a meiguice estampada no rosto e não gosta muito de nhé, nhé, nhé… Mas é um pai cheio de amor pra dar, com uma ternura e uma generosidade infinita. É um pai que se enquadra em todos os clichês do mundo. Um Pai com P maiúsculo.

E que está todo bobo com a chegada do segundo filho. Mais um menino vem aí pra fazer parte desse meu time de testosterona. Mais um filhote pra torcer pro São Paulo, para andar de bicicleta, pra ouvir as histórias sobre os caminhões e a infância, contada pelo papai, antes de a gente dormir. 

Anúncio

FECHAR

Esse menino, que foi criado em meio a duas irmãs, cresceu e mostrou como ninguém que não tem que essa de pai de primeira viagem. Que pai tem espaço, sim, e que pai é tão mãe quanto a gente. Que mete a mão na massa, e no cocô, amamenta, da bronca e é quem acalma o filho quando o bicho pega. 

Ele não passa nove meses carregando o bebê, não dá o peito, não sente as dores do parto. Mas isso não torna o meu marido menos pai do meu filho. Afinal, é ele quem levanta na madrugada e que sai com Gabriel para eu poder dormir um pouco mais. É ele quem dá corda para as minhas vontades o ano todo (e não só quando estou grávida) e que diz que toda comida que eu preparo está maravilhosa. É ele que me enche de orgulho por ser quem é, exatamente desse jeito, cheio de defeitinhos que me irritam, mas com esse coração que abraça o mundo. 

Pra você, meu amor, eu desejo não só o melhor dia dos pais, mas dias melhores todos os dias das nossas vidas! E parabéns, porque agora você é #paidedois!

 

Pais&Filhos TV