Colunistas

Chefs mais que especiais

Nossa colunista, Ivelise Giarolla fala sobre o projeto que oferece oficinas gastronômicas para jovens com Síndrome de Down

Fui convidada para participar de um workshop gastronômico do Instituto Chefs Especiais. A chef Angélica Vitali ministrou a aula. Ainda não conhecia de perto o trabalho deles e fiquei muito curiosa em poder participar do evento. 

Movidos pela vontade de contribuir com o social, doar o tempo em prol de uma causa nobre e transformar uma pequena ação em um projeto maior, desde 2006 o casal de gourmets Simone e Marcio Berti idealizaram o Projeto Chefs Especiais, que foi premiado entre os dez melhores Projetos de Responsabilidade Social na Gastronomia do País.  O projeto tem o objetivo de ensinar jovens com Síndrome de Down a cozinhar, sem fins lucrativos. 

Nas palavras de Simone, “Cozinhar é uma atividade transformadora que dá autonomia aos alunos, além de fazer com que se sintam valorizados e capazes. Queríamos trabalhar com jovens com Síndrome de Down por ser uma área pouco explorada e, dessa forma, criamos um projeto pioneiro que oferece muitas oportunidades para os alunos”. 

Anúncio

FECHAR

Cada aula conta com 15 alunos que, coordenados por voluntários, aprendem as receitas para assimilarem melhor autonomia, organização e atenção. As receitas ensinadas nas aulas continuarão sendo feitas com ingredientes simples e acessíveis, passíveis da reprodução em casa. 

Desde Novembro, a JBS – grupo dono das marcas FriboiSwift e Seara – fez uma parceria com o projeto e fornecerá produtos e doações em dinheiro para o projeto. A expectativa é dar oportunidade a mais pessoas com a síndrome, capacitá-los de forma adequada e estender o trabalho para várias Capitais do Brasil. 

O Instituto tem sede própria há pouco tempo, por anos os trabalhos eram realizados em espaços cedidos por pessoas que queriam ajudar. Atualmente, a sede tem 500 m², conta com duas cozinhas completas especialmente preparadas para receber até 12 pessoas por oficina, além de amplo ambiente de convivência, onde os atendidos também poderão participar de aulas de churrasco e massagem. O endereço é rua Catanduva, n° 132, Higienópolis, São Paulo. “Com este novo espaço, poderemos ampliar nossa atuação e melhor atender os mais de 350 participantes já cadastrados no projeto”, conta Simone. 

Gostou e quer conhecer melhor? Confira o blog dos Chefs Especiais 

Pais&Filhos TV