Bebês

Você conhece a Síndrome do Bebê Chiador?

Qualquer criança pode desenvolver essa Síndrome até os 2 anos de idade. Mas calma, tem tratamento. Basta conhecer para identificar

Carolina Piscina

Carolina Piscina ,filha de Ana Maria e Osvaldo

síndrome do bebê chiador

A Síndrome do Bebê Chiador é caracterizada por chiado no peito, tosse e falta de ar, que vem associada em 90% dos casos a uma infecção causada por vírus. Essa síndrome afeta bebês de até 24 meses de vida. Os principais sintomas são falta de ar, tosse, desconforto respiratório e chiado no peito, daí vem o nome de Bebê Chiador! Em casos mais graves, esses sintomas são acompanhados de febre.

O chiado no peito sempre deve ser avaliado por um médico e, após o diagnóstico, ele indicará o tratamento mais adequado, que pode variar entre a aplicação de sprays até o uso de corticóides. Na maioria dos casos, quando o bebê apresenta esse quadro na infância, ele não necessariamente terá sequelas ao crescer.

Anúncio

FECHAR

Qualquer criança pode desenvolver esse quadro, principalmente nas épocas de outono/inverno, quando frequentam a creche, bebês prematuros e aqueles que têm pais fumantes.

Consultoria: Laerte Boechat, Coordenador do Serviço de Alergia e Imunologia da UFF. As áreas de sua especialidade são: asma, rinite alérgica, dermatite atópica, reações a drogas, anafilaxia, reações a picadas de insetos, urticaria, eczema de contato, alergia alimentar, imunodeficiências primárias, vacinação para prevenção de doenças, imunoterapia específica para alérgenos.