Bebês

Contra-indicações a vacina são muito raras

Alergia gravíssima ao ovo é um dos problemas, mas, se seu filho estiver com febre, converse com o pediatra

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Meu filho acordou com febre. Ou com diarréia. Ou está resfriadinho. Será que eu levo para tomar a vacina contra polio?

Quando há diarréia ou resfriado não existe contra-indicação. A criança pode tomar a vacina normalmente.

Já quando há febre, o ideal é conversar com o pediatra da criança. Ao contrário do que muitas pessoas pensam, mesmo quando a criança está com febre, não há riscos por causa da vacina, afirma a pediatra Isabella Ballalai, presidente da SBIM-RJ (Associação Brasileira de Imunização).

Anúncio

FECHAR

A dúvida acontece porque, quando há um caso de febre aguda, que dura vários dias, o médico precisa fazer o acompanhamento do estado da saúde da criança para fazer um diagnóstico preciso.

Caso a criança tome a vacina, pode haver uma dúvida se, afinal, aquela febre nos dias seguintes é causada pela vacina ou se é continuação da febre anterior. Portanto, evita-se que a criança se vacine para evitar um diagnóstico errado – e não porque a criança pode ficar pior. Então, se seu filho está febril, converse com o pediatra. Assim que ele diagnosticar a causa, vai liberar a criança para a vacinação. Vacinar é preciso, portanto, assim que o médico der o ok, vacine.

As contra-indicações são muito raras e estão relacionadas a alergias graves a substâncias como ovo, látex e mercúrio, substâncias que podem ser encontradas em algumas vacinas. “Trabalho com isso há 20 anos e nunca, nunca vi um caso. É raríssimo”, afirma Isabella Ballalai. O problema é quando a pessoa teve um choque anafilático (processo alérgico gravíssimo) provocado por essas substâncias.

Todo hospital e posto de saúde – público ou privado – deve estar preparado para esses acontecimentos, caso a criança tenha um processo alérgico com a vacina.

Leia Também:

Consultoria: Pediatra Isabella Ballalai, presidente da SBIM-RJ (Associação Brasileira de Imunização – http://www.sbim.org.br/). Telefone para contato (assessoria): 21 3852-5185 | 3852-5112