Bebês

Descubra o poder das brincadeiras

Estimule seu bebê com brincadeiras simples que ensinam conceitos complexos

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Tudo que seu bebê faz e vê é novo para ele, o que mostra que ele está em constante aprendizagem, tentando entender como funciona o mundo que o cerca. E ele irá aprender ainda mais se tiver uma pessoa em quem confia ao longo deste processo, e essa pessoa é você! Tente esses jogos clássicos que estimulam o desenvolvimento de seu filho enquanto ele se diverte.

A barata diz que tem

Anúncio

FECHAR

Assim que seu bebê puder sustentar a cabeça sozinho, sente ele em seu colo e,  gentilmente, balance ele enquanto você canta ou recita uma música.

Por que é importante?

O simples fato de você estar recitando um poema ou cantando para ele é uma incrível lição de língua. “Expor a criança à língua desde cedo é importante”, afirma James Elicker, PhD, professor de desenvolvimento humano e familiar da Universidade Purdure, em Indiana, Estados Unidos. “Quanto mais palavras ele ouvir, melhor”.

Como melhorar?

Conforme seu filho for crescendo, ele começará a antecipar a próxima palavra da melodia. Isso mostra que o reconhecimento cognitivo – a habilidade de se lembrar, processar e adaptar – está evoluindo. Siga suas sugestões sobre como ele canta a melodia. “Se ele der sinais que quer parar, pare”, afirma o dr. Elicker.

Janela, janelinha

Quem não lembra daquela brincadeira: “Janela, janelinha, porta, campainha”, usando as partes do rosto do bebê. Você pode começar a brincar disso a qualquer momento, mas seu bebê não começará a interagir antes dos 3 ou 4 meses. Comece de uma forma simples: Pergunte, “Onde está seu nariz?” em seguida aponte para o nariz e diga “Está aqui!”. Repita isso algumas vezes antes de partir para outras partes do rosto ou do corpo da criança.

Por que é importante?

Seu bebê está explorando o mundo começando por si mesmo. “Noção espacial é parte importante do desenvolvimento das habilidades da criança, e noções sobre seu corpo são o primeiro passo”, diz Dee Acklie, diretor de educação especial do Colégio Saint Mary, em Omaha, Estados Unidos.

Como melhorar?

Conforme ele for aprendendo que tudo à sua volta tem um nome, encoraje-o a apontar essas coisas em seu rosto. No começo, ele poderá apontar para seu nariz em vez  da boca. Mas, em breve, ele irá entender melhor e sua coordenação motora, bem como sua confiança, crescerão conforme ele apontar corretamente as partes do corpo.

Gato mia?

Pergunte isso sobre vários tipos de animais, depois responda com o som apropriado sobre cada um desses animais. Os barulhos vão chamar a atenção até mesmo de um recém-nascido. Por volta dos 4, 5 meses, ele tentará imitar os sons.

Por que é importante?

Isso ensina seu filho a imitar, o que é importante do ponto de vista emocional e cognitivo, afirma Dr. Elicker. Se você miar de volta, ele perceberá que foi compreendido e que chamou a atenção, assim ele entenderá que suas ações têm uma resposta. Além disso, sons de animais são um passo importante para o desenvolvimento da fala.

Como melhorar?

Mostre ao seu filho que cada um desses sons pertence a um animal, mostrando a imagem de cada um deles. “O bebê fará as conexões”, afirma Dr. Elicker.

Cadê? Achou!

Assim que seu filho tiver entre 4 e 5 meses, ele ficará encantado com suas aparições e desaparições bem na frente dele usando as mãos. Por volta dos 6 e 8 meses, ele já vai começar a brincar com você.

Por que é importante?

Seu bebê está aprendendo uma lição fundamental sobre permanência dos objetos. “Um bebê não entende que as coisas continuam existindo depois que elas somem da sua frente”, afirma Charles A. Nelson III, PhD, professor de pediatria e neurociência da Escola de Medicina de Harvard. Você desaparece e reaparece o que é uma incógnita para ele e faz com que ele aprenda que as coisas voltam. Isso ainda o ajudará a lidar com a ansiedade da separação, mais tarde.

Como melhorar?

Segure um lençol entre vocês e pergunte “Onde está a mamãe?”. Isso adiciona uma lição sobre controle corporal – ele deve pensar em como remover o lençol, alcançá-lo e afastá-lo.

Parabéns a você

Essa musiquinha parece chamar a atenção da maioria das crianças. Aproveite e, desde cedo, coloque o bebê em seu colo e simule as palmas dele no ritmo da música. Já por volta dos 8 ou 9 meses, ele será capaz de bater palmas por conta própria.

Por que isso é importante?

“Cantar o parabéns exercita o ritmo e coordenação”, afirma Vicki Panaccione, PhD, psicóloga infantil e fundadora do Instituto Pais Melhor, nos Estados Unidos. Isso ainda ajuda no desenvolvimento espacial da criança, conforme ela aprende onde estão as mãos. Uma vez que seu filho consiga sentar-se sozinho, ele se sentirá mais envolvido na brincadeira.

Como melhorar?

Ensine o bebê a levar sua mão esquerda para o lado esquerdo e a levar sua mão direita para o lado direito. Ensinar a distinguir o lado direito do esquerdo é uma forma complexa que ajudará a criança ainda mais no primeiro ano de vida.