Bebês

Carinha de joelho

Todas as esquisitices que podem surgir no parto

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Sim, o seu bebê pode ter a cabeça em um formato estranho ou nascer coberto por uma substância branca. E você pode não notar nenhuma dessas coisas – afinal, estará apaixonada…

Tradução e adaptação de Raquel Beer, filha de Marcia e André

Anúncio

FECHAR

Ao pensar em um bebê, provavelmente você pensa em uma criança linda, cheirosa e fofa, que faz barulhos graciosos e dorme depois de mamar. Mas é importante dizer que os primeiros dias, e até os dois primeiros meses, não são um conto de fadas, e o bebê pode não ser tão bonito assim.

Confira 10 fatos que você precisa saber sobre os recém-nascidos:

1. O bebê pode ter uma aparência engraçada

A cabeça pode estar achatada depois da jornada pelo canal vaginal, e ele pode estar usando um “colã” atlético feito de um cabelo fino chamado "lanugo". Ele também pode ter uma cara enrugada e olhos que sempre ficam fechados. Afinal, o pequeno passou nove meses no útero. Mas não se preocupe: ele rapidamente ele se tornará o lindo bebê que você sempre imaginou.

2. Não espere recompensas – sorrisos ou barulhinhos graciosos – até o sexto mês

Até lá, você está trabalhando para um chefe que só reclama! Para aturar a exaustão e a revolta emocional, tenha isso em mente: os seus esforços não são em vão nesses primeiros dias. “Ele se sente confortado pela mãe ou o pai, sente um elo, ele gosta de ser segurado”, diz o pediatra Christopher Tolcher.

3. Dê banhos de esponja no bebê até que o cordão umbilical caia

Se for mantido seco, ele cai rápido – normalmente dentro de duas semanas. Além disso, recém-nascidos não se sujam tanto. Se o cordão molhar, seque. Se a região sangrar um pouco quando o cordão cair, não há problema. Foi o que aprendeu a americana Alyson Bracken. “De cara, eu fiquei assustada”, ela disse, mas então percebeu que, assim como a crosta, o sangramento era normal.

4. O ponto fraco não é tão fraco assim

“Eu morria de medo do ponto fraco”, admite a nova-iorquina April Hardwick, referindo-se à abertura no crânio, também chamada de fontanela, que permite ao bebê passar pela vagina. “Gemma tinha uma cabeça cheia de cabelos no nascimento, e eu inicialmente tinha medo de penteá-los sobre o ponto sensível”, disse Hardwick. Mas não havia motivo para temer: “Você pode tocar o ponto sensível e as proximidades”, diz a pediatra Tanya Remer Altmann, autora do livro Mommy Calls (Deveres de Mãe). O ponto pode pulsar porque está diretamente sobre os vasos sanguíneos que cobrem o cérebro.

[!page]

5. Ela deixará você saber quando estiver saciada

O bebê precisa comer em cada duas ou três horas – mas se você estiver amamentando, é difícil saber a quantidade de leite que ele toma. “O peso do bebê é um indicador nos primeiros dias”, diz Dr. Tolcher. O seu pediatra vai medi-lo depois de alguns dias. Um recém-nascido perde de 5 a 8% do peso do parto na primeira semana, e ganha-os de volta na segunda. A contagem das fraldas também pode ser um indicador: nos primeiros cinco dias será aleatória, mas depois disso, você trocará de cinco a seis fraldas por dia, e pelo menos uma ou duas com cocô.

6. Pele seca é normal

Inicialmente, ele pode ser macio e hidratado, mas isso muda. “Se você ficasse mergulhado em um líquido por nove meses e então viesse para o ar, você seria seco também”, diz a pediatra Laura Jana, co-autora do livro Heading Home With Your Newborn (Indo para casa com o seu recém-nascido). Você não precisa fazer nada em relação à pele seca (ela sozinha descasca e sai), mas se você quiser, procure uma loção de bebê hipoalergênica que não tenha fragrância.  Pequenos inchaços rosas, erupções na região da fralda e até a acne podem aparecer também. “Acne tende a durar por alguns meses”, diz Sra. Jana. “Então tire uma foto do seu pequeno antes que ele complete o primeiro mês!”.

7. Você não precisa correr para a casa

“Tenha uma vida normal, mas use o bom senso quando você sair em público”, diz Dr. Tolcher. Mantenha o bebê fora do sol, evite pessoas doentes (nada de festas infantis!) e espaços lotados (como o shopping em feriados). “Ensine os irmãos mais velhos a tocar nos pés do bebê em vez de no rosto e nas mãos, o que ajudará a prevenir infecções”, completa. E faça de seu filho mais velho o policial da higiene, diz Dra. Jana. Ele vai adorar dizer aos convidados “Não toque no bebê sem lavar suas mãos”.

8. Bebês choram muito – é como eles se comunicam!

Os gritos cortantes te informarão quando ele estiver com fome, frio, uma fralda suja, ou quiser ser segurado. Essas “conversas” precoces podem ser frustrantes, mas tenha certeza de que você entenderá o que o bebê quer mais tarde. A americana Laurie May e seu marido rapidamente aprenderam o sinal de fome da filha. Quando eles tinham acabado de se tornar pais, programaram um alarme para tocar a cada duas horas, devido à amamentação. “Nós não precisávamos do alarme!”, ela diz. “A gente adora rir disso agora!”.

9. Novos bebês também dormem bastante – mas não por períodos longos

Os primeiros três meses são os piores. O bebê precisa comer a cada duas ou três horas, de forma que você também não dormirá bastante. “A situação melhora”, assegura Dr. Altmann. "A maioria das crianças consegue dormir de seis a oito horas só aos três meses”. Enquanto isso, tente fazer com que o bebê se adeque a horários diurnos e noturnos: durante o dia, não deixe ele cochilar por mais de três horas sem acordá-lo para amamentar; de noite, deixe que ele durma até quando quiser já que ele está ganhando o peso de volta que perdeu no parto.

10. A fase de recém-nascido passa rápido

Estressada, cansada e sozinha? Sim, esses dias são difíceis. Mas logo eles estarão no passado. A americana Barbara Evans diz "Eu queria que eu soubesse como passa rápido”. A mãe de Luella, de oito meses, diz “Eu deveria ter tirado mais fotos e feito um diário!”. Rabeea Baloch compartilha as experiências de uma mãe veterana: “Com o meu primeiro, eu estressava por tudo, desde trocar fraldas a desconfiar do choro. Com a segunda, eu aproveitei a fase de segurá-la, sentir seu cheiro, beijá-la e saboreei cada momento do nosso tempo juntas”.

Fonte: Parents

Pais&Filhos TV