Bebês

A dolorida hora do dente

Dicas para amenizar o desconforto do seu filho durante a primeira dentição

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Seu bebê está babando muito e anda mal humorado? Pode ser que um dente esteja para nascer. Os primeiros sinais geralmente aparecem nos primeiros 4 meses, quando o crescimento estimula a produção de saliva e ele começa a morder tudo que está ao seu alcance. Mas ainda pode demorar alguns meses – ou mais – antes de um vislumbre do dente. Os dentes inferiores e da frente geralmente aparecem em cerca de seis meses, seguidos de quatro a oito semanas depois dos dois dentes superiores. Depois disso, o seu bebê deve ganhar um ou dois a cada mês, até que ele tenha os 20 dentes de leite. Isso ocorre mais ou menos até os três anos de idade. Essas dicas vão te ajudar a lidar com a gengiva dolorida do seu filho.

Fique de olho

 Esqueça o que você já ouviu: dentes não causam febre alta ou diarreia. Uma vez que o bebê coloca tudo na boca para massagear as gengivas, é muito fácil pegar germes, segundo o diretor e pediatra-dentista da Universidade de Columbia de odontologia, em Nova York. Se o seu bebê parecer doente durante essa fase, ligue para o seu pediatra.

Anúncio

FECHAR

Enquanto o dente está nascendo, as gengivas podem ficar inchadas ou, ocasionalmente, pode desenvolver uma gengiva vermelha arroxeada, chamada de hematoma de erupção dentária. “A boca pode parecer machucada, mas geralmente não é dolorido”, explica Joel Berg, presidente da Academia Americana de Odontologia Infantil.

Estratégias de calmantes

A reta final do nascimento do dente é geralmente a mais difícil. “Quando ele começa a se romper, coloca uma pressão sobre a gengiva, o que pode ser desconfortável”, diz o Dr. Berg. Felizmente, seu bebê vai se sentir menos incomodado com isso, porque estará mais maduro. Para aliviar faça compressa fria. Molhe um pano limpo, tire o excesso de água e coloque na geladeira para esfriar.

Mordedores de borracha também funcionam bem, mas tenha em mente que alguns são cheios de líquido e podem ficar mais duros no congelador, podendo causar feridas na boca já sensível do bebê (geralmente indicam “não congelar” na embalagem). Seu bebê também pode gostar se você para massagear as gengivas com o dedo (limpo) ou com uma gaze úmida, orienta o Dr. Berg.

Você provavelmente conseguirá fazer o seu filho se sentir melhor sem medicação, mas, caso o bebê pareça estar sofrendo muito, consulte seu pediatra sobre a necessidade de medicá-lo.

Hábitos saudáveis

Um número pequeno de crianças não ganha o primeiro dente antes de completar um ano. Isso normalmente não é uma causa para preocupação, mas é melhor ter o apoio de um pediatra ou um dentista para ter certeza de que não há nenhum problema. Na verdade, todos os bebês devem consultar um dentista de 12 em 12 meses. “Exames ortodônticos são importantes para a saúde do seu filho tanto quanto a visita a um pediatra”, diz o Dr. Chussid. “Vocês vão falar sobre saúde bucal e aprender mais sobre o que esperar nos próximos meses”. O seu dentista pode também falar como as chupetas, chupar o dedo e mamadeiras podem afetar os dentes do seu bebê, bem como métodos adequados de limpeza e uso de creme dental com flúor, importante para manter uma boca saudável depois que o último dente vier por aí.