Bebês

Introdução alimentar sem papinha

O método BWL dá ao bebê o poder de escolher o quê e como vai comer

Elisa Marconi

Elisa Marconi ,mãe de Luiza e Daniel

comida-saudavel

Toda mãe sabe que, até os seis meses de vida, basta amamentar o bebê para garantir uma boa alimentação. Mas, depois disso, os especialistas recomendam a introdução de alimentos sólidos para complementar o cardápio. O caminho tradicional é oferecer papinhas de e frutas amassadas para a criança. No entanto, tem uma linha que propõe algo diferente: oferecer os alimentos in natura, crus ou cozidos, para o bebê comer como conseguir. A palavra de ordem é experimentar!

Chamado de BWL, ou “desmame guiado pelo bebê”, o método propõe que a criança participe de todas as refeições da família e use as mãos para provar novos sabores e texturas. Esses daqui são os mandamentos do BWL:

Anúncio

FECHAR
  1. Sente o bebê à mesa, junto com toda a família, para curtir as refeições;
  2. Disponibilize alimentos que o bebê consiga segurar com as mãos e leve sozinho à boca: banana em pedaços, batata cozida, caqui, etc.
  3. Invente: cores variadas e formatos variados.
  4. Não ofereça nada. Ponha ao alcance das mãos e ele escolhe o que pegar e o que comer.
  5. Todos os bebês de seis meses ou mais conseguem curtir a experiência; mastigam e engolem muito bem.
  6. Comece pelos alimentos in natura e vá acrescentando outros a cada tempo, à medida que os dentes forem aparecendo e à medida que o bebê for demonstrando interesse;
  7.  Tirinhas de carne e frango também podem aparecer. No início, a criança vai apenas chupar. Depois começa a tirar pequenos pedaços.
  8. Não, ele não vai engasgar.
  9. A comida que a família come também pode ser oferecida mais adiante
  10. Não insista! Proporcione a variedade e aproveite a farra com o bebê.

A grande vantagem do BWL em relação ao método tradicional é que ele estimula a autonomia desde cedo, porque permite a livre escolha de alimentos e quantidades. Estudos concluíram que bebês que se alimentam sozinhos têm menos risco de se tornarem obesos no futuro. Além disso, as habilidades motoras e sociais são treinadas também.

 

Leia Mais:
Como alimentar seu filho em cada fase da infância

Você sabia? Sua alimentação na gravidez pode alterar o DNA do bebê

Conheça 15 dicas incríveis sobre alimentação infantil