Bebês

Nutrição adequada nos primeiros 1000 dias do bebê é fundamental

A saúde das crianças começa a ser definida ainda na barriga da mãe

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

1000-dias

(Foto: Shutterstock)

Alimentação saudável é fundamental para a família inteira, mas, nos primeiros 1000 dias das crianças uma nutrição correta é ainda mais essencial. Esse período, composto pelos nove meses de gestação mais os dois primeiros anos, é o que elas mais se desenvolvem.

Durante a gravidez, a própria mãe já precisa cuidar da alimentação para que filho tenha um desenvolvimento apropriado e nasça com mais saúde. Uma das vitaminas que devem estar presente na dieta da mulher antes e durante a gravidez, segundo o pediatra Rubens Feferbaum, avô de Julia, Gabriel e Leo é o ácido fólico.

“Ela é muito importante na divisão celular e previne uma série de doenças, como defeitos de formação de tubo neural ,problemas de formação da espinha e do sistema nervoso”, explica Feferbaum, que também professor livre-docente de pediatria da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP).

Anúncio

FECHAR

Essa vitamina será suplementada de acordo com a avalição de um médico e de uma nutricionista, de acordo com as condições da mãe. Além do ácido fólico, também costuma ser indicado uma suplementação de vitaminas C, D e A e outros nutrientes, como iodo.

Também se recomenda a ingestão de DHA, uma gordura polissaturada da série ômega 3, que ajuda na formação do sistema nervoso central. Esse tipo de gordura pode ser encontrada na sardinha, no atum e em outros peixes de águas profundas.

É fundamental manter uma alimentação saudável e fazer, pelo menos, duas refeições por semana a base de peixe. Esqueça, no entanto, aquele mito de que a grávida deve comer por dois. O pediatra alerta que o ganho de peso durante a gestação precisa ser muito bem controlado pelo obstetra e não é bom que extrapole 12kg.

Além de garantir um bom desenvolvimento para o bebê, essas recomendações já previnem doenças futuras, como obesidade. Passada a gravidez, chegou a hora de cuidar da alimentação das crianças.

A orientação é que o bebê seja alimentado apenas com leite até os seis meses de vida. A partir dessa idade, já é possível entrar com uma alimentação completar a base de sucos e papinhas de frutas e legumes.

O médico Rubens Feferbaum ensina ir mudando a consistência das misturas a cada dois meses, mais ou menos, para estimular os movimentos de mastigação e testar o paladar das criança. É preciso tomar cuidado também com os temperos e com alimentos industrializados de baixo valor nutricional e muito açucarados. “Sal e gordura não devem ser utilizados na alimentação da criança”, alerta o pediatra.

A partir dos 12 meses, já se pode começar a introduzir para os bebês a alimentação normal da rotina da casa. O pediatra cita arroz, feijão, caldos, carne moída, peito de frango, por exemplo. É necessário lembrar que o aleitamento deve ser mantido até os dois anos idade.

Existe um alerta também para as saladas e verduras. É melhor que sejam consumidos crus apenas no final do primeiro ano de vida e que sejam de boa procedência e bem lavados antes de serem oferecidos para a garotada.

Pensando em toda essa importância dos cuidados com a saúde principalmente na gestação e nos dois primeiros anos de vida das crianças, a Danone Early Life Nutrition lançou o portal Primeiros 1000 Dias. O site tem o objetivo de informar sobre tudo o que ocorre neste período e como nós pais podemos lidar melhor com todas as transformações.

A plataforma está recheada de dicas sobre alimentação, amamentação, hábitos saudáveis e curiosidades. O conteúdo é baseado em estudos científicos, mas apresentado de forma rápida, leve e educativa para que cada vez mais pessoas se conscientizem sobre a importância dos mil primeiros dias.

Leia também:

Primeiros 1000 dias pode mudar radicalmente o destino da criança

Você sabe tudo sobre os primeiros 1000 dias do bebê?

Como alimentar seu filho em cada fase da infância