Bebês

Música para os bebês é mais importante do que você imagina ou já ouviu falar

Os benefícios começam quando eles ainda estão na barriga da mãe

Isabela Kalil de Lima

Isabela Kalil de Lima ,Filha de Kátia e Fabio

musica-desenvolvimento

(Foto: Shutterstock)

Não há como negar que ouvir música é bom demais. Dá pra relaxar, se animar, concentrar… Nos primeiros mil dias dos bebês, que vão da gravidez até os dois anos de vida, as melodias trazem ainda mais benefícios.

A partir da 20ª semana de gravidez o a audição do bebê já começa a se desenvolver. Lá de dentro da barriga, ele já escuta a mãe falar e cantar. A voz dos pais fica gravada na memória das crianças desde dessa época, segundo a fonoaudióloga Raquel Luzardo, mãe de Gabriel. É por isso que elas se acalmam ao ouvirem o pai e a mãe, depois de nascer.

“O mesmo acontece com a música. Se a mãe ouve com frequência durante a gestação, ela faz com que o bebê, após o nascimento, reconheça e se acalme com as músicas”, explica a especialista em linguagem, que também atua em atendimento clínico infantil.

Anúncio

FECHAR

Raquel indica músicas clássicas, sons da natureza, canções infantis e até de ninar como boas opções para o bebê ouvir ainda na barriga da mãe e também depois do nascimento. “Elas aumentam a atividade cerebral do bebê e fortalecem o vínculo”, justifica. É importante lembrar, no entanto, que todos os sons devem agradar a mãe. “Não adianta colocar música clássica só porque dizem que é bom. Se a gestante não gosta, não será benéfico, nem prazeroso”.

Depois que o bebê nasce, é também por meio das músicas que ele começa a perceber um mundo cheio de possibilidades de novas palavras. “Melodias e ritmos que são importantes para o desenvolvimento da fala, do aumento do vocabulário e também na articulação das palavras”, completa a fonoaudióloga.

Esses benefícios não são conseguidos apenas com músicas infantis. É interessantes apresentar para a garotada todo o tipo de canção. Vários tipos musicais, além de ampliar o repertório, favorecem novas possibilidades de gosto musicais para elas.

A fonoaudióloga alerta apenas para o volume, que não deve ser muito alto. De acordo com a especialista, passar longos períodos com fones de ouvido também não é recomendado para não prejudicar a função auditiva das crianças.

Pensando nos benefícios da música e em outros cuidados com a saúde, principalmente na gestação e nos dois primeiros anos de vida das crianças, a Danone Early Life Nutrition lançou o portal Primeiros 1000 Dias. O site tem o objetivo de informar sobre tudo o que ocorre neste período e como nós pais podemos lidar melhor com todas as transformações

A plataforma está recheada de dicas sobre alimentação, amamentação, hábitos saudáveis e curiosidades. O conteúdo é baseado em estudos científicos, mas apresentado de forma rápida, leve e educativa para que cada vez mais pessoas se conscientizem sobre a importância dos mil primeiros dias.

Leia também:

Primeiros 1000 dias pode mudar radicalmente o destino da criança

Você sabe tudo sobre os primeiros 1000 dias do bebê?

Como alimentar seu filho em cada fase da infância