Gravidez

Falando a real! 7 coisas que as grávidas realmente querem ouvir

Perguntamos para mães e grávidas o que elas realmente gostariam que as pessoas dissessem

Logo-Parents (1)
Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

o-que-uma-futura-mae-quer-ouvir

(Foto: Shutterstock)

Parece que quanto mais a sua barriga cresce, mais conselhos sem sentido vêm na sua direção. Enquanto a maior parte dos conselhos que as grávidas recebem – desde parentes e desconhecidos – sejam normalmente bem intencionados, nem sempre são úteis. As mesmas frases são ditas todos os dias: “Durma bastante agora, enquanto você pode” ou “Você está comendo por dois agora”. Depois da milionésima vez, isso se torna irritante.

“Quando eu tive meu filho, fiquei muito surpresa em aprender que a criança é um completo estranho para você. Disseram para mim que meus instintos maternos iriam brotar e eu sempre saberia quando e o que meu bebê precisasse na hora. Mas esqueceram de mencionar que isso vem com o tempo. Seus instintos não vão surgir no dia em que seu filho nascer e isso é perfeitamente normal”, comenta Maria Barillaro para a Revista Parents.

Você não está sozinha nisso. Então, nós perguntamos para algumas mães e algumas que se tornarão mães em breve que tipo de conselhos elas realmente gostariam de ter durante os nove meses de gestação. Aqui estão as coisas que elas gostariam de ouvir daqueles que estão ao seu redor.

Anúncio

FECHAR

Como realmente é estar grávida?

“Eu gostaria que as pessoas fossem honestas sobre como é estar grávida”, diz Tionna Smalls, autora e personalidade da TV do Brooklin, NY. “As pessoas sempre parecem tão felizes e gravidez nem sempre é uma coisa feliz”. Mesmo Tionna se sentindo abençoada por estar grávida e trazer sua criança ao mundo, ela não ama a náusea, a mudança na pele, o crescimento extra de cabelo e outros – não tão prazerosos – efeitos da gravidez. “Ninguém me disse como algumas coisas são tão chatas, desde o sexo até a alimentação!” As mulheres podem sentir que há alguma coisa errada com elas por não amarem cada momento da gravidez, mas a verdade é que é um período difícil para muitas mulheres e é perfeitamente normal não amar cada segundo disso.

Que você pode e deve pedir por ajudar após o nascimento do bebê

Toda mãe sempre quer ser a melhor mãe do mundo, porque isso é exatamente o que o seu bebê merece. Mas ninguém disse a você que ser uma ótima mãe não significa que você precisa fazer tudo sozinha. Sarah Mckinley Adcox de Chattanooga, Tennessee, diz que esse é o tipo de conselho que ela gostaria de ter recebido antes. Ela sofreu muito tentando fazer tudo sozinha durante os primeiros meses do bebê e somente após algumas sérias dúvidas ela percebeu a verdade: “Ok, tudo bem sentir que você não sabe o que está fazendo. Ok, tudo bem não conseguir lidar com tudo sozinha. Ok, tudo bem pedir para alguém trazer o jantar ou segurar o bebê enquanto você tira uma soneca ou lavar algumas roupas para você.” E aceitar ajuda – ou até pedir quando precisar – faz toda a diferença. “Se você não tirar um tempo para cuidar de si própria, você nunca será capaz de cuidar da sua família do jeito que você quer”, ela diz.

Conversar sobre outras coisas!

Quando você alcança o estágio da gravidez em que não consegue mais evitar ter que usar roupas de grávidas, é impossível não perceber a sua barriga. E tudo o que as pessoas conversam com você é sobre gravidez, bebês e parentes. “Eu tive uma amiga – também mãe, até os seus filhos já são adultos – que literalmente me perguntava sobre tudo menos gravidez”, diz Jamie Helmick de Las Vegas, NV. Ela conversava comigo sobre TV, sobre as notícias, até mesmo sobre seus sapatos novos. Jamie adorava falar sobre outros assuntos que não só sobre a criança que estava esperando. “Foi tão bom poder conversar sobre outros assuntos, só para lembrar que eu tenho outras coisas importantes na minha identidade além de ser mãe”.

Que amamentar é difícil

Enquanto amamentar é uma forma natural de nutrição, não é sempre natural na prática. Isso pode ser muito difícil no começo para ambos, mamãe e criança. Muitas mulheres podem se sentir muito desapontadas – algumas vezes com elas mesmas – se a amamentação se tornar mais difícil que o esperado. “Eu gostaria que alguém tivesse me avisado quão difícil e doloroso a amamentação seria para meus os seios – mesmo quando você está fazendo do jeito certo – e para eu não desistir”, diz Jennifer Huzl-Recine de Tampa, Florida. Com o seu primeiro bebê, ela utilizou suplemento. Na segunda vez, ela se aventurou e aprendeu que as coisas vão ficando melhor. A questão é que nem sempre o que é natural é fácil.

Um alerta sobre Baby Blues e Depressão Pós-Parto

Não é incomum que novas mães estendam o baby blues (sentimento de tristeza após dar a luz) até dias após o nascimento do bebê. Os hormônios estão desregulados. As noites em claro e o bebê recém-nascido podem transformar suas emoções em uma montanha-russa. Um pouco de atenção não seria má ideia. “Os primeiros dois meses são difíceis”, diz Alexandra Monti de Laval, Canadá. “E ninguém conta isso para você”. Isso pode ser mais fácil quando já é esperado. Um pequeno conselho sobre o que o baby blues é ou onde procurar por ajuda, assim como outras situações como Depressão Pós-Parto, não só ajuda como pode salvar sua vida. A família de Allison Goldstein, uma jovem mãe de Chesterfield, Virginia, que recentemente tirou a própria vida após uma secreta batalha contra a Depressão Pós Parto, colocou sua história na mídia para alertas outras mães. Toda nova mãe precisa saber que elas podem e devem mencionar isso ao seu médico caso sintam que estão sofrendo de Depressão Pós-Parto.

Como ter um bebê pode impactar seu casamento

Mães e mulheres que estão esperando para se tornarem mães, não querem que você idealize a vida para elas. Elas querem lidar com os fatos. Rosella Parretta, mãe de dois de Montreal, Canadá, gostaria que alguém tivesse sentado para conversar não só sobre o bebê, mas sobre como ter um bebê pode e vai influenciar no seu relacionamento.  Enquanto isso é uma fase completamente normal, um pequeno conselho em como lidar com a situação seria muito mais útil do que ouvir “Nossa, você parece prestes a dar a luz!”, como outro dia ela ouviu.

Todos os detalhes sobre dar a luz

“Muitas pessoas esquecem de preparar as mães para o momento de dar a luz”, diz Ashley Donald. Ashley gostaria que as pessoas não escondessem nada sobre isso, mas compartilhassem suas experiências. Dar a luz pode ser assustador, arriscado e doloroso. Mas não importa o quão difícil é, sempre vale a pena. Enquanto ninguém quer ouvir sobre o trabalho doloroso que você teve, alguns conselhos realistas sobre como lidar com esse momento pode realmente ajudar.

Leia também:

Está grávida? Te mostramos tudo o que vai precisar até o 1º ano do bebê

5 respostas que toda mãe precisa saber sobre os efeitos da música durante a gravidez

10 frases que toda mãe fala