Gravidez

Grávidas podem ou não comer peixe?

Alguns frutos do mar têm grande concentração de mercúrio e podem afetar o desenvolvimento do bebê

Logo-Parents (1)
Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

shutterstock_241878163

(Foto: Shutterstock)

Como um baixo teor de gordura e essenciais ácidos graxos que promovem um bom desenvolvimento cerebral para os bebês, vários tipos de peixes são recomendados como uma parte saudável da sua dieta durante a gravidez. Apesar disso, há certos riscos no alto nível de mercúrio em alguns deles (mercúrio pode afetar o desenvolvimento do cérebro e do sistema nervoso do feto) então é importante prestar atenção no tipo de peixe e na frequência que você irá consumir.

As recomendações para cada tipo de frutos do mar e a quantidade muda constantemente, fique atenta e cheque com o seu médico para melhores conselhos. Num conceito geral, é uma boa ideia consumir de 2 a 3 refeições por semana frutos como salmão, camarão ou atum enlatado. Procure evitar o peixe-espada, carne de tubarão e carapau, esses grandes predadores possuem uma concentração alta de mercúrio.

Leia também:

Anúncio

FECHAR

Casal dorme com os filhos em cama de 5 metros

Livro do dia: o poder da alegria

Dicas para fazer o filho levantar da cama e “já para a escola!”