Família

Comida de Alma: aprenda a fazer torta pasqualina

Conheça uma versão de espinafre da torta feita tradicionalmente com alcachofra

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

abredit

(Foto: Lila Batista)

Na seção Comida de Alma da Pais&Filhos de novembro, apresentamos a torta pasqualina da Chef Nadia Pizzo, do restaurante Ráscal. O prato é típico da Lunguria, região do noroeste da Itália. Nadia costumava saborear a delícia na páscoa, mas gostava tanto que aprendeu a receita com sua mãe Ana e com sua “nonna” Corina e passou a fazer sempre! Até hoje ela prepara a torta para comer com as filhas Nina e Vera.

Quer aprender a fazer a torta pasqualina? A seguir, veja o passo a passo da massa e acompanhe a galeria para saber como montar o prato.

Massa
Ingredientes 

Anúncio

FECHAR

– 250 g de farinha de trigo gelada

– ¼ de xícara (chá) de farinha de trigo para polvilhar na hora de abrir a massa

– ½ colher (café) de sal

– 65 ml de água gelada

– 25 ml de vinagre de maçã gelado

– 150 g de manteiga sem sal gelada, cortada em retângulos

Modo de fazer

1 – Misture a farinha e o sal e reserve. Em outra vasilha, misture a água e o vinagre e reserve.

2 – Coloque os pedaços de manteiga sobre uma superfície lisa e limpa, com espaço suficiente para abrir a massa. Com a ajuda de uma faca, vá cortando a manteiga em pedaços um pouco menores, enquanto adiciona a água com vinagre, alternando com a farinha. Se o dia estiver quente ou a manteiga começar a ficar muito mole, coloque-a em um saco plástico e leve à geladeira por 50 minutos.

3 – Com a ajuda de um rolo de macarrão, bata a massa até formar blocos grandes (cuidado para não deixar a massa compacta, ela deve se manter quebradiça).

4 – Polvilhe a massa com um pouco de farinha. Vá batendo com o rolo até abri-la no formato de um retângulo. Com a ajuda da faca, dobre a massa sobre ela mesma. Repita esse processo até obter uma massa unida. Não se preocupe, pois ela não ficará lisa e uniforme.

5 – Coloque-a em um saco plástico e leve à geladeira por 60 minutos. Retire apenas na hora de montar a torta.

Leia também:

Comida de Alma: Ovos nevados de Marcelo

Comida de Alma: O arroz da bisa Wanda

Comida de Alma: Pão da memória