Criança

Saiba por que é importante manter a rotina do sono durante as férias

Além de facilitar o retorno às aulas, há questões de saúde envolvidas

Logo-Parents (1)
Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

sono-ferias

(Foto: Shutterstock)

Talvez você já tenha percebido que os filhos vão dormir cada vez mais tarde à medida que crescem. E isso não ocorre só porque eles ficam mais velhos. Com lição de casa, hora de brincar, atividades extracurriculares e a própria programação cotidiana da família, as crianças acabam indo deitar depois do horário esperado.

Agora que as férias começaram e os dias preguiçosos estão aí, é normal que a hora de dormir entre também na onda e saia da sua rotina.

Mas não é para ser assim! “O sono é uma das rotinas mais transformadas das férias,” diz Blake Jones, professor de desenvolvimento humano e estudos familiares na Universidade de Purdue. “Nesse período, as crianças vão para a cama mais tarde e acabam dormindo mais tarde também.”

Anúncio

FECHAR

A pesquisa de Blake foca, principalmente, em como a rotina influencia a obesidade e o sono infantis. Em um dos estudos que conduziu foram examinados 22 fatores de risco da obesidade infantil em diversas pré-escolas. Ao alinhar todos as informações recolhidas em um padrão, foi descoberto que “o principal fator de risco é o sono insuficiente, o qual dura 10 horas ou menos a cada noite.

Estudos ainda mostraram que as horas de sono não dormidas durante a semana não podem ser recuperadas nos finais de semana. Além disso, todos os pais sabem, por experiência, que ficar mais tempo na cama nas férias pode fazer com que a transição na volta às aulas fique bem pior.

Leia também

5 armadilhas para evitar na hora de treinar o sono do seu bebê

10 dicas para colocar em ordem o sono das crianças

Tudo sobre o sono do seu bebê

“Leva semanas para que as crianças voltem a dormir cedo novamente, e isso pode prejudicar o rendimento escolar nos primeiros dias e semanas,” Blake afirma. “Isso pode ser desafiador na volta às aulas. E é por isso que paramos para pensar e pesquisar. As poucas horas de sono têm consequências diretas para a saúde, a concentração, o  humor nas férias e a longo prazo”.

As crianças naturalmente desenvolvem uma rotina – que é extremamente importante para a saúde física, mental e emocional delas. Então, os pais precisam promover um dia a dia mais regrado.

Mas Blake é realista. “As férias são para a diversão e seguir os mesmo horários pode ser muito complicado,” ele afirma. “A melhor forma de resolver isso é permitir alguma flexibilidade. Quando estiver viajando ou participando de eventos, tenha como prioridade o sono das crianças. Se em uma noite todos foram dormir uma hora depois do aconselhável, a dica é voltar ao horário normal assim que possível.”

Adaptar o quarto das crianças é uma opção a ser considerada também. Usar cortinas opacas para bloquear a luz ou controlar o ventilador e o ar condicionado do ambiente podem ajudar a trazer um local mais apropriado para uma noite de sono mais saudável.

Hora certa 

E qual a quantidade certa de horas  de sono para cada fase? A Academia Americana da Medicina de Sono recentemente lançou uma tabela baseada nas idades. Dê uma olhada:

Crianças de 4 a 12 meses: devem dormir de 12 a 16 horas por dia (incluindo sonecas).

Crianças de 1 a 2 anos: devem dormir de 11 a 12 horas por dia (incluindo sonecas).

Crianças 3 a 5 anos: devem dormir de 10 a 13 horas por dia (incluindo sonecas).

Crianças 6 a 12 anos: devem dormir de 9 a 12  horas por dia

Crianças 13 a 18 anos: devem dormir de 8 a 10  horas por dia