Criança

Demais! Encontro Pais&Filhos vai mostrar a relação das crianças com a internet

Veja as 5 coisas que as crianças mais precisam na hora de ficarem conectadas

selo-240x89
Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

(Foto: Shutterstock)

(Foto: Shutterstock)

O uso da Internet pelas crianças podem deixar os pais confusos. É normal ficarmos com dúvida sobre o tempo online e sobre em quais sites a garotada está navegando. A norte-americana Kara Corridan, mãe Julia, de 9 anos, fez um texto para a revista norte-americana Parents sobre coisas que elas começou a prestar mais atenção sobre depois que compareceu a um simpósio em Nova Iorque sobre como as mídias sociais influenciam no desenvolvimento das crianças. Veja os destaques do evento que essa mãe fez.

1 – As crianças precisam de um mentor para redes sociais, alguém que possa ajudá-las a usar a internet de forma segura
O ideal é que esse mentor seja um especialista, mas isso é muito difícil de acontecer. Mega M. Subramaniam, diretor da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, sugere, então, que as crianças sejam orientadas por um adolescente mais velho, como irmão ou primo. O especialista acredita que é mais fácil das crianças confiarem em pessoas mais jovens do que nos pais.

2 – Existe um limite para mensagens de texto, até mesmo para crianças
Cada vez mais cedo, os jovens estão passando boa parte do dia teclando e mandando mensagens de texto. Os palestrantes do simpósio concordam que fazer isso aos 9 anos é preocupante, mas deram dicas para que isso ocorra com mais segurança.  O ideal é que a garotada não participe de grupos, nos quais os assuntos podem ser intermináveis e sugar a atenção por muito tempo. É melhor deixar as redes sociais para marcar encontros

Anúncio

FECHAR

3 – As crianças precisam se fazer uma pergunta antes de postar algo nas redes sociais
E a pergunta é “você mostraria isso para sua avó?” Também pode funcionar essa: “Você sentiria orgulho de mostrar isso para um professor?”

4 – Faça um contrato de mídias sociais com seu filho
Isso inclui tudo, desde restrição ao tempo, senhas, comportamento e até onde os dispositivos devem ficar na hora de dormir. Você pode achar alguns modelos na internet. Depois de assinados, os contratos não devem ficar na gaveta. Para nossos filhos compreenderem a importância, precisamos falar sempre.

5 – Fato engraçado: Existe uma regra oculta nas redes sociais que diz que só é permitido fazer um post por dia
Quando as crianças podem usar o celular só ao finais de semana, elas acabam esquecendo disso, mas é sempre bom lembrar.

*Com informações da revista norte-americana Parents

Leia também:

As novas regras do jogo: como usar a internet do jeito certo

Fique alerta: Eletrônicos afetam desenvolvimento da linguagem dos bebês

Alerte seus filhos sobre os perigos da internet

 

RodapéMatérias_v3