Bebês

Culpa Não!: tudo bem esperar para falar com o pediatra

Nem sempre é o caso de correr pro hospital, ou acordar o médico na madrugada

Elisa Marconi

Elisa Marconi ,mãe de Luiza e Daniel

parents-doente

 

Quando o filho está adoentado, a gente se consome e quer ver a melhora a qualquer preço. No entanto, nem sempre é necessário correr para o pronto-socorro ou acordar o pediatra no meio da noite só porque a febre subiu. Claro que precisamos estar de olho nas alterações. Mas, se a criança está estável e os sintomas não se alteraram, os médicos recomendam aguardar e ligar só no dia seguinte de manhã.

Anúncio

FECHAR

Nosso super pediatra Dr. Claudio Len, pai de Silvia, Beatriz e Fernando, aconselha: se a criança tem mais de um ano, febre não superior a 39º, e quando é medicada fica bem, esperta e com apetite, dá para esperar umas 12h. “Mas eu confio muito no feeling materno. Se a mãe acha que a criança está prostrada, gemendo, deve levar sim no médico, não vale a pena ficar na dúvida”, defende.

Se estiver tudo sobre controle, não é desleixo, nem falta de cuidado. É uma atitude de bom senso. Chute a culpa para longe, deite e durma sossegada. Aliás, uma noite de sono vai fazer bem para você e para o doente.

Leia também:

Madrugada difícil? Como acalmar seu filho doente para poder voltar a dormir

8 sintomas do seu filho que não dá para você ignorar

Agora é Lei! Pais podem faltar no trabalho para levar o filho ao médico